Aneel autoriza reajustes para cinco cooperativas de eletrificação rural
9 de maio de 2019
Consumo de energia sobe 8% no 1º trimestre em Santa Catarina
13 de maio de 2019

A Agência Nacional de Energia Elétrica confirmou nesta sexta-feira, 26 de abril, que a bandeira tarifária mudou e em maio passará à cor amarela. Com isso passa a ser cobrado um custo de R$ 1,00 para cada 100 kWh consumido. A agência aponta que maio é o mês de início da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional. E que embora a previsão hidrológica para o mês indique tendência de vazões próximas à média histórica, assim como revelou mais cedo o ONS, o patamar da produção hidrelétrica já reflete a diminuição das chuvas, o que eleva o risco hidrológico (GSF) e motiva o acionamento da bandeira amarela.   A mudança de bandeira ocorre após cinco meses seguidos com a sinalização verde e repete a mudança em maio do ano passado que foi a primeira alteração de  bandeira de 2018.   Em nota, a Aneel apontou que “diante da perspectiva de que as afluências aos principais reservatórios fiquem perto da média, o preço esperado para a energia (PLD) deve permanecer próximo ao registrado nos últimos meses. O GSF e o PLD são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada”.