Tarifas da Copel vão aumentar em média 3,41%

Energisa MG terá aumento médio de 6,73%
17 de julho de 2019
Consumo de energia cresce 2,6% em junho, diz CCEE
25 de julho de 2019

A Copel Distribuição terá suas tarifas aumentadas em média em 3,41% a partir de 24 de junho. O impacto médio por classe de consumidores será de 2,92% para os clientes atendidos em baixa tensão e de 4,32% para os de alta tensão.

A inclusão na tarifa dos próximos 12 meses de componentes financeiros foi o que mais pesou no reajuste tarifário da distribuidora, com 10,54%. O impacto é resultante da variação de custos com o risco hidrológico de usinas em regime de cotas e despesas com compra de energia não cobertos pelas bandeiras tarifárias.

Os encargos setoriais tiveram redução de 3,61% e a compra de energia representou 1,61% do índice total. A tarifa residencial da empresa vai aumentar de R$ 507,52/MWh para R$ 517,61/MWh e passar de 47ª para 46ª posição no ranking de tarifas de distribuição, entre as menores do Brasil. A Copel atende 4,6 milhões de unidades consumidoras em 394 municípios (98% do total) no Paraná e tem faturamento anual da ordem de R$ 10 bilhões.