ONS vê alta de 3,5% na carga de energia em junho e mais chuvas

TCU manda cortar desconto em tarifa de energia
28 de junho de 2019
Começa o leilão de energia para o atendimento de Roraima
5 de julho de 2019

A carga de energia no Brasil em junho deverá crescer 3,5% na comparação com o mesmo mês do ano passado, enquanto a região com as principais hidrelétricas do país, o Sudeste, terá chuvas acima da média, informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

As chuvas no Sudeste devem atingir 107% da média histórica em junho, enquanto no Sul a expectativa é de precipitações em 236% da média. No Norte, a previsão é de 108%. Apenas o Nordeste terá chuvas mais fracas que o normal, em 59% da média histórica, diz o ONS.

O nível de produção das hidrelétricas, principal fonte de energia do Brasil, é um dos fatores na metodologia da bandeira tarifária que em maio, as tarifas estavam com a bandeira amarela, com uma taxa extra de R$ 1,00 a cada 100 kWh consumidos. O que define o sistema de bandeiras tarifárias é preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e o nível dos reservatórios das hidrelétricas do País.