Revisão de tarifas da Enel CE terá impacto médio de 8,22%

ONS: previsão de vazões no Sudeste aumenta para 92% da média histórica
30 de abril de 2019
Reajuste da Coelba terá impacto médio para consumidor de 6,22%
2 de maio de 2019

Os consumidores da Enel Distribuição Ceará terão aumento médio de 8,22% a partir de 22 de abril, com efeito médio de 7,87% para os consumidores em alta tensão e de 8,35%para os clientes atendidos em baixa tensão. Os índices são resultantes da quinta revisão tarifária da distribuidora, aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica nesta terça-feira, 16.

Seguindo um padrão dos processos tarifários das empresas de distribuição, os itens com maior participação no índice final da Enel CE foram gastos com compra energia, com 5,45%, e custos financeiros incluídos na tarifa, com 5,77%. Os custos de distribuição representam 4,21%. Houve reduções nos custos de transmissão, com 077%, e nos encargos setoriais, com 3,48% a menos; além de 2,96% em custos financeiros dos 12 meses anteriores, que agora serão retirados da tarifa da concessionária.

A Aneel também estabeleceu os indicadores de qualidade DEC e FEC, que medem a duração e a frequência das interrupções no fornecimento de energia, para o período de 2020 a 2023. A distribuidora atende 3,5 milhões unidades consumidoras no estado do Ceará e tem receita anual de R$ 4,6 bilhões.