A economia está voltando a crescer de forma sustentável e entra em uma trajetória de crescimento sustentável

Confiança na reabertura aumenta e dá força aos ativos
30 de junho de 2020
Contas de energia estarão mais caras a partir de quarta-feira em MS
2 de julho de 2020

O Brasil tem uma economia com cada vez mais previsibilidade por causa de fatores como a emenda constitucional que estabeleceu um teto para os gastos públicos e as reformas fundamentais que estão em andamento, com isso a economia brasileira entra em uma trajetória de crescimento sustentável.

“Agora a economia começa a crescer. Devido a um crescimento importante no primeiro trimestre de 2020, tem-se a perspectiva extremamente positiva com relação ao Brasil, de um retorno ao normal para um período curtíssimo de tempo. Isso ainda não se reflete no emprego porque o emprego tem certa defasagem com relação ao crescimento econômico”, disse o ministro Paulo Guedes após participar da posse da nova diretoria da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (AmCham Rio), no Hotel Copacabana Palace.

Um dos setores que tem respondido mais rapidamente à retomada, segundo Meirelles, é a agropecuária, que já tem inclusive melhorado os indicadores de emprego. “Já aliviou um pouco a subida do desemprego. O crescimento da safra este ano é 22% em relação ao ano anterior. É um crescimento muito elevado”, comparou.

“Todos os indicadores já estão aí, caminhões nas estradas, consumo de energia, consumo de embalagens, produção de aço, tudo aquilo que indica que a economia está crescendo”, acrescentou.

Empresários

O novo presidente da AmCham Rio, Pedro Paulo Pereira de Almeida, disse em seu discurso de posse que os sinais de melhora da economia já são notáveis e que, embora os desafios sejam muito grandes, a entidade confia na recuperação do país. “As medidas adotadas em andamento já mostram resultados.”