Déficit da bandeira tarifária atingiu R$ 9,87 bilhões em setembro, diz Aneel

Governo estuda novo empréstimo às distribuidoras de energia nos moldes da ‘Conta Covid’
26 de outubro de 2021

Arrecadação tem sido insuficiente para cobrir custos da geração adicional de energia. Desde outubro de 2020, governo conta com acionamento de usinas termelétricas, mais caras.

déficit de arrecadação do sistema de bandeiras tarifárias nas contas de luz atingiu um acumulado de R$ 9,87 bilhões até setembro deste ano, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

De acordo com o balanço da Aneel, a receita adquirida com o acionamento da bandeira escassez hídrica em setembro totalizou R$ 2,81 bilhões.

Essa arrecadação, no entanto, não foi suficiente para cobrir os elevados custos da produção de energia adicional, nem para compensar o saldo negativo que já havia sido registrado em meses anteriores. Com isso, em vez de cair, o déficit aumentou.

Até agosto, por exemplo, o rombo no sistema de bandeiras estava em R$ 8,057 bilhões. Mesmo com a bandeira escassez hídrica, que encareceu as contas de energia em meio à crise de abastecimento dos reservatórios das hidrelétricas, não foi possível reverter esse quadro.

Fonte: Globo.com